quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Se eu fosse presidente

É tão fácil prometer mundos e fundos na época de eleição.O difícil é cumprir tudo ou no mínimo tentar.Aqui vai a minha propaganda eleitoral caso eu estivesse me candidatando a presidência,não sei como faria para alcançar todos estes objetivos,mas é o que eu gostaria que acontecesse.
Se eu fosse presidente eu iria:
  *Trabalhar primeiramente pela qualidade de vida de todos os que vivem neste país,principalmente pelas classes menos favorecidas que são as que mais necessitam de ajuda.
  *Elaborar projetos de distribuição de renda,para que essa diferença social enorme que existe no Brasil não fosse tão grande assim, onde enquanto uns mal tem o que comer outros nem sabem onde gastar de tanto dinheiro.
  *O dinheiro arrecado dos impostos seriam realmente revertidos em serviços para a população,do rico ao pobre.
  *Acabar com a sonegação fiscal,pois é obrigação de todo mundo pagar imposto e caso isso acontecesse tomar providências sérias para que sirva de exemplo para outros que queiram cometer o mesmo erro.
  *Erradicar o trabalho infantil e garantir que todas as crianças tenham uma Educação de qualidade na Escola pública e tenham condições de frequentar a mesma.
  *Não haveria mais diferença entre a Educação na Escola Pública e na Particular,pois estas também contariam com profissionais capacitados e com recursos para que o ensino seja oferecido com qualidade.
  *As Universidades Federais e Estaduais não estariam cheias somente de pessoas da classe alta,pois todos teriam o mesmo preparo ao concorrer uma vaga.
  *Todos teriam um atendimento digno nas unidades de saúde.O cidadão não teria que morrer em uma fila aguardando por um tratamento médico.Os funcionários receberiam o salário que merecem mas também teriam que arcar com as consequências de seus erros.
   *O salário mínimo não seria para subsistência,mas daria ao trabalhador a oportunidade de ter momentos de lazer sozinho e/ou com a família.
   *Construir Ongs que auxiliassem no processo de alfabetização dos adultos,para que esses também pudessem ser inseridos no mercado de trabalho,assim como também construção de abrigos para moradores de ruas.onde os mesmos pudessem ter a oportunidade de aprender uma profissão e assim andarem com suas próprias pernas.
   *Ao invés de legalizar o aborto (sou contra isso,salvo em caso de estupro),estimularia a conscientização sexual.Inclusive dentro de casa,pois em muitas famílias isso ainda é um Tabu.Se não queremos um filho é melhor evitar e não abortar.
   *Planejamento familiar
   *Manter e aumentar as relações diplomáticas que o Brasil possui
   *Gerar emprego e renda
   *Aquecer o mercado interno e externo
   *Conscientização Ambiental desde a criança ao idoso
   *Proteção e Fiscalização ambiental,de forma a doer no Bolso de quem ousasse a desrespeitar o meio ambiente,seja empresa ou seja a própria população
   *Desenvolvimento econômico acompanhado ao desenvolvimento sustentável
   *Adaptação das cidades e espaços para os portadores de necessidades especiais para que esses também possam aproveitar a vida como qualquer outro cidadão
   *Eficiência no combate a criminalidade e ajuda governamental para que entrar pelo caminho do crime não fosse uma alternativa para a sobrevivência.
   *Punir com mais severidade os que praticam a iniquidade,para que esses não pensassem que não existe justiça neste país.Mas sem  esquecer do serviço social, que deve ser oferecido para reeducação dos presos a sociedade para que os mesmos ao invés de saírem arrependidos e melhores saiam ainda mais problemáticos.E eles não vão viver de graça do imposto que o trabalhador honesto paga não,vão trabalhar prestando serviços a toda a população.
   *Diminuir as desigualdades sociais para aumentar a segurança da população
   *Combater a corrupção e punir severamente os que praticarem tal coisa,criando leis para que os mesmos não pudessem voltar mais ao poder.Criar um sistema onde todos pudessem consultar com livre acesso onde estão sendo os gastos do governo e de cada representante.
   *Proporcionar direitos iguais a todos os cidadãos independente de sua cor,religião,classe social e opção sexual.

Tem muito mais que quero fazer pelo nosso Brasil,mas o horário político acabou!
Mereço o voto de vocês?

Viu como é fácil prometer tanta coisa?

Abraços e vote consciente.



  

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Cheiro de Natal

   Gente estou sentindo cheiro de Natal!!!Não se isso acontece com vocês também,mas quando o dia fica úmido,nublado e até chovendo nessa época do ano eu sinto o cheiro do Natal!Talvez isso seja também devido a minha ansiedade,quero tanto que chegue Janeiro logo para encontrar meu amor que fico doida que o ano acabe logo.
   Sou capaz de virar cambalhotas na rua quando eu ver os primeiros enfeites de Natal em Belo horizonte,nas lojas,nas praças...Vou ficar tão feliz em saber que logo estarei com o Johan.O mais engraçado é que ele  disse está sentindo cheiro  de Natal também,hehe,deve ser coisa de apaixonados.
   Como será o cheiro do Natal na Suécia?Se para mim é um cheiro de terra molhada,lá deve ser de pura neve,se é que neve tem cheiro hehe,nunca vi isso em toda a minha vida...Alguém pode me dizer?
    Estou muito anciosa,mal consigo comer.Ainda não pensei nos presentes para levar para a  família dele,tudo o tenho são idéias que mudam o tempo todo.Alguém pode me dar um conselho?
 Eu nunca fiz uma lista do quê gostaria de ganhar no Natal,mas achei interessante e resolvi postar aqui no Blog para compartilhar com vocês =)

1-Patins
2-Um bom livro
3-Uma câmera digital (acreditem não temho uma,só das antigonas)
4-Uma mala de rodinha (imaginem eu cheagando em Estocolmo carregando a minha mala velha nos braços)
5-Bombons (que não sejam da Garoto,Lacta ou Nestle)

Não consigo me lembrar de mais nada!E vocês meus queridos(as) tem uma listinha de presentinhos que queiram compartilhar aqui?Sei que alguns itens vou acabar me dando de presente e talvez vocês também,mas quem sabe Papai Noel não será generoso este ano?

Beijos

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Um pouco sobre os meus medos

    Eu fiquei de escrever um post a respeito dos meus receios com relação a mudança de país.Então aqui estou eu cumprindo minha palavra:
    Nunca morei sozinha,nunca visitei outro país,o mais longe que cheguei foi no Paraná.Sempre tive vontade de sair por aí e agora as oportunidades começaram  a surgir.
     Tenho uma vida simples,minhas origens são simples e na minha simplicidade estou conseguindo muitos dos meus objetivos.
      Sempre gostei de estudar.Valorizei cada minuto que tive dentro de uma sala de aula e como recompensa ganhei uma bolsa de estudos que me garantiu um curso superior em uma boa universidade aqui em Belo Horizonte.Agora sou formada em Turismo e pretendo dar continuidade ao meus estudos.Eu tinha receio de não consegui entrar para uma universidade mas eu consegui!
     Tinha receio de me apaixonar novamente,mas me apaixonei e não me arrependo;mesmo que o meu amor esteja lá do outro lado do mundo,é maravilhoso saber que alguém tão especial se preocupa comigo.Não tinha certeza se o relacionamento fosse vingar,mas vingou e já se passaram 1 ano desde que decidimos ficar juntos.Pessoas para criticar o nosso relacionamento é o que não falta,principalmente pelo fato de eu ser cristã e ele "meio ateu" mas superamos isso também através de muito diálogo,amor e desejo de permanecermos um do lado do outro.Senti medo de que com o tempo ele se cansasse disso tudo,quem quer se prender a uma cultura meio que conservadora quando em sua cultura tudo é mais livre e fácil?Ele não se cansou o que fez aumentar ainda mais  minha confiança e desejo de lutar para que tudo dê certo.O tempo de espera não está esfriando o nosso sentimento,muito pelo contrário,só fortaleceu  ainda mais o amor e a saudade nada mais é que uma injeção de ânimo para dar resistência a luta por um futuro juntos.
      Até o  momento,tenho vencido meus medos mas eles ainda não acabaram.Por enquanto estou aqui em meu país,onde sei como as coisas funcionam,onde tenho um bom emprego,amigos,família,uma igreja que eu amo...dizer adeus para tudo isso não é uma tarefa fácil principalmente quando estarei dizendo OI para o quase desconhecido.Por mais que eu busque informações,leia sobre a Suécia,ame o meu namorado,na prática sempre muda alguma coisa,quando se mora em 4 paredes tudo se torna ainda mais intenso e casamento para mim tem que ser para o resto da vida!
      Ainda tenho que pensar no que dizer para minha mãezinha.Ela não quer que eu deixe o Brasil por nada neste mundo,devido a isso eu nem converso muito com ela a respeito do próximo ano,pois se tudo der certo, se minha permissão de residência sair, e permitindo Deus ,claro,em Agosto me mudo para a Suécia.Poxa,isso é menos de 1 ano!Logo será Janeiro e lá vou eu conhecer meus sogros,cunhados e o cotidiano do Johan.3 semanas de Suécia não será o suficiente para saber de como será minha vida por lá mas dá para ter uma pequena noção e como alguns dizem estarei indo na pior época: INVERNO,quando a maioria se sente um pouco deprimido e as pessoas parecem mais retraídas nesta estação.
      Não quero ficar muito tempo longe do mercado de trabalho.Amo trabalhar e sei que não poderei inicialmente exercer minha função na área de turismo mas acredito que posso chegar lá.Sei que será necessário muita dedicação,coragem e contatos e estou disposta a conseguir tudo isso ainda que a longo prazo.
      Já sei que terei direito de estudar na Suécia e isso já me conforta bastante e para isso aproveitarei ao máximo cada minuto no SFI,quero falar bem o idioma,ir para uma universidade e se possível validar o meu curso de Turismo que fiz aqui.Será que estou sonhando de mais?Acho que não,acredito que todas as coisas são possíveis ao que crê e tendo Deus comigo então tenho todas as coisas.
    Será um pouco difícil ser tão dependente do Johan no começo,mas tenho sorte por ele ser uma pessoa que me incentiva bastante e vai estar do meu lado quando tudo parecer difícil de mais.Com o tempo as coisas vão se encaixando no devido lugar e acredito que isso depende muito do esforço próprio de cada um,o que tenho de sobra.
    Apesar dos suecos serem pessoas tímidas, farei o possível para fazer amizades com máximo deles que eu puder pois sei que se me trancar no meu mundinho as coisas não vão acontecer e a adaptação no novo país pode se tornar ainda mais dura.
    Existem mais medos mas vou deixar para o próximo post.

Abraços