quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Diferenças

     Outro dia desses lendo esta reportagem no The Local,comecei a meditar nas diferenças de comportamento entre os diversos povos do mundo e na importância de respeitar  a cultura do outro e aquilo que é diferente do nosso costume.
     A família na reportagem acima,se sentiu discriminada pelo fato dos suecos mesmo a maioria falando bem inglês,não terem conversado com eles ou aceitado aquilo que nós chamamos de gentilezas urbanas.Começaram a se perguntar então,se isso era devido a cor,por não serem brancos,loiros...etc.
    Em alguns países vemos a comunidade local se interagindo com os turistas,coisa bem comum aqui no Brasil, não é minha gente?Mas não espere isso na Suécia e não leve a mal esse comportamento,não tem nada a ver com a cor da pele,cabelo ou de onde você é,se trata somente do jeito de ser dos suecos mesmo.
    Eu sou mineira e também não tenho o hábito de conversar com estranhos,e por quê?Meus pais sempre me ensinaram desde criança que isso não é seguro.Não tenho coragem de iniciar uma conversa com quem eu não conheço mas quando conversam comigo claro que não deixo o outro falando sozinho.Sou brasileira hein?E conheço muitas pessoas assim por aqui,então imagine se no Brasil muitos não falam com estranhos imaginem na Suécia onde as pessoas são muito mais tímidas e algumas precisam de um pouquinho de álcool para se soltar um pouco?
     Não é porque a maioria dos suecos falam inglês que se sentem confortáveis em fazer isso.E outra, a língua oficial do país é sueco e tenho certeza que eles se sentem orgulhosos disso.Nos hotéis, aeroportos e outros serviços tenho certeza que inglês não será o problema,mas não dá para que fazer do Inglês uma das línguas oficiais da Suécia né?
     Já comecei o meu treinamento para quando me mudar para a Suécia já está acostumada com algumas coisinhas:
   1-Dentro do ônibus lotado se estou sentada não me ofereço para carregar a bolsa de ninguém (apesar de escutar a voz da minha consciência dizendo durante todo percurso você deveria fazer isso e muitas vezes acabo não resistindo e me ofereço.)
   2-Não acho que as pessoas não são gentis quando elas não se oferecem para segurar minha bolsa também. (Lembrando que continuo cedendo meu lugar para as grávidas,pessoas com crianças de colo, idosos,deficientes físicos,e aí de mim se não fizer isso,pois jamais terei a sorte de algum deles dizerem para mim "Não,pode ficar." mesmo quando estou exausta depois de um dia cheio de trabalho.
   3-Coloco a mochila ou a bolsa no assento do lado no ônibus pois isso significa que não quero que ninguém se sente do meu lado.(só faço isso quando o ônibus está vazio,mas vi isso na Suécia mesmo com pessoas de pé,então me perguntava se a mochila também pagou a passagem,já que aqui em Bh ,uma vez um senhor que teve que pagar a passagem de uma melancia,hehe)
  4-Não cumprimento quem eu não conheço principalmente homens pois na maioria das vezes vocês já sabem...(exceções para algumas pessoas que não sei o nome mas às encontro com frequência.)
   Mudando um pouquinho de assunto,vocês vão encontrar alguns suecos atípicos e vão ficar meio que surpresos quando isso acontecer contigo.Agora vamos para a lista do aconteceu comigo:
   1- No voo da TAP de Estocolmo para Lisboa eu não quis comer uns biscoitinhos e adivinhem só? A sueca que estava do meu lado pediu para comer?????Tive que segurar o queixo para ele não cair.
   2- Uma das vizinhas dos meus sogros quando a encontrei pela primeira vez me deu um abraço super apertado,me beijou nos rosto e ficou apertando as minhas bochechas.E eu devo ter ficado com aquela cara "ela é mesmo sueca?"
   3-Na fila do caixa em um supermercado senti alguém tocar em meu cabelo,logo pensei que fosse minha cunhada mas era uma mulher totalmente desconhecida que elogiou e ainda perguntou se era de verdade!O mesmo aconteceu em uma festa mas dessa vez foi uma adolescente que o elogiou e começamos uma conversa informal sobre cabelo.
  4- Participei de uma festa onde precisei usar uma daquelas roupas tradicionais suecas (vou postar uma foto depois) e o laço da saia desamarrou e lá estava eu tentando fazer o laço do jeito certo quando uma gentil garota resolveu me ajudar sem eu pedir ajuda e não sei se teria coragem de pedir também....
  5-Alguns desconhecidos me cumprimentavam nas ruas mas isso só aconteceu em cidades pequenas, mas confesso que não esperava por isso.
  6-Estendia as mãos para cumprimentar alguns conhecidos mas eles me abraçavam,então já fiz minha lista de quem devo abraçar e quem devo só estender as mãos.
  7-Sabe aquela coisa de que se um sueco compra alguma coisa comestível não tem que oferecer para os amigos?Esqueci desse detalhe e ofereci um pedaço do meu hamburguer para o Kristian (amigo do Johan) e Kattis (minha cunhada) e sabe o que aconteceu?Eles aceitaram e não somente 1 vez mas várias e como o hamburguer era enorme não consegui comer tudo e o Kristian pegou todo o resto,mas o Johan disse que ele faz isso sempre,então toda regra tem exceção,tá?
    Se me lembrar de mais alguma coisa,posto aqui para vocês!
    
Abraços
     


 

  
   

11 comentários:

  1. Oi Josi, obrigada pela visita e comentário lá no blog. Que Deus continue te abençoando e te fortalecendo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Very interesting to read your blog baby. The first thing about the indian family is really strange. Swedes are not normaly rude. They can shy and I can agree that it can make you think they are cold. But as you say, there are differences of people all over the world.
    I laughed about the thing with my neigbour who hugged and kissed you, and what you wrote about Kattis and Kristian. haha. Very unswedish. ;) Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Josy! Primeiro só comentando o que vc disse no meu blog sobre mudar de profissão... o mercado de TI é muito bom aqui, tem muito emprego sim, mas na sua maioria é uma exigência que vc fale sueco e escreva em sueco e em inglês. E vc tem que ser muito boa no que faz, pq a concorrência é grande também, pelo menos aqui em Estocolmo. Já na área de turismo, tb acho que não será problema se você fala fluentemente o sueco. Quanto ao post, li no The Local e sinceramente achei que a família exagerou um pouco. Os suecos são pessoas reservadas, assim como eu sou tb, não saio por aí falando com todo mundo, mas se faço uma gentileza até agora eles sempre dizem tack (aliás acho que eles dizem tack até demais, por tudo). E quando a eles falarem só o sueco, bem eles tem o direito, é a língua deles e nós que temos que aprendê-la. A Suécia é um dos países mais receptivos a estrangeiros que já vi... um dia tava comentando com meu marido que qualquer dia desses a população de estrangeiros vai ser maior que a de suecos. Agora turista é tudo igual, pra ser tratado bem pelo povo local (excluindo profissionais como loja, restaurantes, pontos turísticos mm) tem que respeitar a cultura local e tradições locais. Desculpa pelo longo comentário, mas vou só contar o que aconteceu comigo no arbetsförmedlingen. O cara que trabalha lá disse que que não falava inglês, que eu tinha que aguardar pra falar com o colega dele do lado (ou não queria falar em inglês), então eu disse em sueco... já que você não "sabe" falar em inglês, eu vou falar com você em sueco, mesmo o meu sueco sendo pobre no momento, vamos ver se nos entendemos. E assim conseguimos nos entender... acho que de alguma maneira consegui baixar a crista dele rsrs. As professoras do curso de sueco tb se recusam a falar inglês, dizem que não entendem ou te responde somente em sueco, mas elas estão certas, nós temos que nos esforçar. Nossa falei tanto que podia ter escrito um post kkkkkkkkk. Bjos Josy, fique com Deus!

    ResponderExcluir
  4. Oi Jozy, muito bom o post, mas vou sempre pela frase: Toda regra tem sua excessão! Na escola onde eu estudo te pessoas do mundo inteiro e todo mundo se respeita, aqui está se tornando um país totalmente multicultural então creio que os suecos estão se soltando mais, comendo o nosso lanche, mechendo no nosso cabelo como vc mesma disse rsrs.Dentro do nosso própio Brasil existem regiões onde as pessoas são mais e menos abertas não é? aqui também não é diferente, creio que no formal eles são bem educados o complicado e tentar passar para uma relação mais íntima aí acho mais complicado, o negocio é sermos nós mesmas, agirmos com bom senso e educação sempre isso em qlquer lugar
    Abraços e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. Michelle,

    Eu realmente amo trabalhar no setor turístico!Farei o possível para continuar na área mas caso as oportunidades não sejam tão boas assim pretendo investir naquilo que falta mão de obra qualificada.
    Também achei a família exagerada e acredito que se você quer viver em outro país o primeiro passo é aprender o idioma para se integrar com a comunidade local.
    Agora já no SFI acho que para um professor conseguir fazer os alunos entenderem a matéria em uma língua que eles não tem nenhum conhecimento é bem complicado,tem que fazer muito teatro,mímica e desenhos,hehe.

    Renata:Isso aí!Temos que saber lhe dar com todos os tipos de pessoas que encontramos nesse mundo!
    Lembrando sempre que o nosso direito termina quando o do outro começa

    ResponderExcluir
  6. Josy, suecos podem ser frios, mas não são monstruosos! Claro que muitos são gentis, educados e amáveis, mas no geral acho eles muito indivdualistas. Achei legal vc salientar esse lado positivo dos "amarelos", eles também podem ser adoráveis.

    Debbie (mulher de fases)

    ResponderExcluir
  7. Ola Josy

    E realmente ha muitas diferenças culturais ,eu estranhei muito quando cheguei aqui no Japao ,mas como na Suecia tem as exeçoes ainda bem !Fico fascinada pela cultura sueca e um dia ainda vou conhecer esse pais!bjs

    ResponderExcluir
  8. Josy,


    as atitudes de pessoas próximas aos seus sogros sao normais, em todo interior sueco. Exceto no extremo norte sueco, onde eles sao muito retraidos devido á baixa temperatura...Mas, lá, tbm, vc nao ver um sueco que nao seja capaz de dar, no minimo um sorriso em sua direcao.
    Eu nunca tive problema algum com sueco. Já fiz fotos de casamentos de suecos em que os amigos dos noivos foram bem afetuosos sem nunca ter me visto, antes.

    Mas, nao dar para nao se preocupar com a Suécia que está, cada dia mais, cheia e e cheia de refugiados e imigrantes. Pessoas que nao dao um murro numa broa.
    Eu até comentei no THE LOCAL dando a minha opiniao. Eu,. particularmente, nao acho o sueco ignorante, pedante.-EU MESMA NAO GOSTO DE SAIR NA RUA E SER INCOMODADA. Acho que, nesse sentido, sou um pouco sueca, sim.

    Eu acho, sim, grande parte da sociedade sueca, preconceituosa e camuflada, vivendo em contradicao, se essa parte for de 40 a 65, em diante.

    A mentalidade da juventude sueca é diferente da velha guarda que, sinceramente, nao quer saber de imigrantes.

    Eu acho apenas que, a Suécia tem que preservar suas historias, costumes e tradicoes. E isso nao vem sendo feito. Na celebracao do Midsommar, uma festa tradicionalmente sueca, houve mistura de sueco com árabe, etc.

    Eu sei que 500.000 pessoas, aqui, sao muculmanas, mas, quem vem para cá é quem tem que se adaptar e, nao o contrário.

    temos que aceitar as pessaos como elas sao, etc...Mas, se nao houver preservacao, nao sei o que restará para os netos...


    A sueca que comeu o salgadinho? eu estava no Rio de Janeiro, onde levei 8 suecos e disse, num restaurante que nao queria mais a comida. Um dos suecos foi e pegou meu prato e comeu o que sobrou. Ele pode ser o qeu for, nao acho que ele seguiu as regras de etiqueta. Acho isso, totalmente, sem sentido.Mês passado, levei outro grupo a Macedonia. Lá, o mesmo sueco fez a mesma coisa...E, de forma vergonhosa...

    bjs e dias felizes

    ResponderExcluir
  9. ok vou tentar lembrar de tds essas regras qd eu for te visitar rsrsrs... menina tem cada uma que ate parece duas né ? aqui eu nunca sei se dou só a mao, se dou bjo e sou sempre surpreendida, com alguem que me abraca ou me dar dois bjos eu qause pergunto se é brasileiro rsrsrs... eu nunca ia conseguir comer sem oferecer ptzzz... e como estao os preparativos ? bjos

    ResponderExcluir
  10. Tem umas comédias dessas por aqui tb.

    Aqui ninguém empresta o celular pra desconhecido, mesmo que seja emergência. Pessoas que se sentem confortáveis em pedir o seu cel para uso pessoal, mesmo que seja algo rápido são taxadas de suspeitas.

    Ninguém beija homem e nem criança no rosto.As crianças ficam super encomodadas e os homens acham que vc tá dando mole.

    Desconfie do entusiasmo do povo americano sulista.Às vezes é só convenção/educação.
    rs...

    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Pois é dona Josy apareca por aqui pra nos dar noticias, como tá os preparativos pro casamento ? bjs

    ResponderExcluir