terça-feira, 18 de dezembro de 2012

" Country roads, take me home ...

  ...To the place I belonge... para o Brasil, Minas Gerais, Belo Horizonte!!!

   Eu mudei o finalzinho do refrão para combinar mais comigo. Vou para o Brasil dia 23 agora,e só volto para cá dia 27 de Janeiro e aí só vai ficar faltando 5 meses para o verão, olha que coisa boa!
   Infelizmente o Johan não vai no mesmo dia que eu, ele chega no Brasil dia 26 de Dezembro e já vai embora no dia 17 de Janeiro, as obrigações o chamam, as minhas também, mas conversei com a professora e mesmo que as aulas comecem dia 07 ela disse que não tem problema se eu chegar algumas semanas depois, contanto que eu leia os livros que ela me passou. Ok, vou no mínimo tentar!
   Vou voar com a TAP Portugal, e tenho que ficar uma noite em Lisboa e graças a promoção "Bom dia Lisboa" da C&A aérea não precisarei pagar o hotel, mas não sei se  devo confiar no serviço de transfer deles, vai que me esquecem por lá aí eu perco meu voo né?
   Estou com muitas saudades da minha família, dos meus amigos do calor, de falar português o tempo todo, de não ter que prestar atenção com toda as forças quando conversam comigo em sueco...ah vai ser bom usar um monte de expressões na hora de falar e fazer sentido para quem escuta.
    Vamos fazer uma cerimônia religiosa para comemorar o nosso casamento lá também, mas dessa vez sem festa, porque é caro meus amigos!
   

Mudando de assunto, por aqui fez muito frio, as temperaturas chegaram a -20 alguma coisa,hoje tá "quente" -1! A neve por aqui começou em Outubro, mas derretia e voltava; mas em em Dezembro ela chegou de vez, enfeitou as árvores peladas , embelezou as paisagens mas também trouxe caos, ônibus super atrasados, trens também, carros que não funcionavam, o pessoal que tira neve com os tratores não estavam dando conta do recado, mas enfim, nada que não tenha acontecido nos outros anos...

  As decorações de Natal aqui estão lindas, eu também coloquei algumas luzes aqui em casa para ajudar a combater a escuridão. E por falar em escuro aqui começa a amanhecer às 09:00 e às 14:30 já escureceu, o que me dá a maior preguiça, sinto vontade de dormir o tempo todo, me sinto um pouco pra baixo e para piorar sinto fome praticamente o tempo todo a minha sorte é de não ganhar quilos fácil.

É isso gente, no próximo post quero falar um pouco sobre o SAS agora vou indo tenho que pensar nas lembrancinhas que vou comprar para o meu povo.



     

 


domingo, 11 de novembro de 2012

Fim do estágio,novos planos

      Terminei meu estágio na creche e já estou com saudades das crianças e das professoras.Ganhei uma carta de referência maravilhosa e gostei muitíssimo dessa experiência.É bom demais sair de um lugar com aquele sentimento de "missão cumprida" e também saindo mas abrindo portas.
      Sempre gostei de crianças, e cá pra nós eu tenho um certo talento com elas, então a tarefa não foi difícil, foi divertida. Cuidei de crianças entre 3 e 5 anos, chegava em casa exausta,porque a mente cansa, o corpo também. As vezes eles gritam,as vezes temos que brincar de pegador,as vezes eles brigam, mas eu sempre terminei o meu expediente com um sorriso no rosto.
     Tive que sair desse estágio pois terminei o SFI,e agora vou estudar "Sueco como segunda língua" ou seja SAS. Além de fazer esse curso na Komvux vou também estudar sueco através do Arbetsförmedlingen , tenho planos de ir para a faculdade de novo e quanto mais rápido eu consegui terminar a etapa "Aprender Sueco" mais rápido eu posso dar mais um passo que no meu caso será "Trocar de profissão"hehe. Então amanhã começo no SAS e espero amar o curso assim como amei o SFI.
    Tem muitas pessoas que não gostam de fazer esse estágio para praticar o idioma pois a renumeração não é boa.Eu preferi olhar pelo o outro lado,além de falar sueco, ter contato com outras pessoas,tive a oportunidade de mostrar o meu trabalho, de ganhar referências,de conhecer outra profissão,de ter meu nome escrito em uma lista caso algumas das professoras falte,e de quem sabe ter um emprego temporário para o verão de 2013(fui longe agora)... Agora no meu currículo já consta uma experiência na Suécia, além de nomes e telefones pra falar bem de mim, haha.
     Esse estágio foi renumerado pelo Arbetsförmedlingen, e como tenho menos de 25 anos e nunca trabalhei por aqui, recebo menos  haha, pois faço parte de um programa deles chamado UGA,dedicado a jovens até 25 anos de idade.
      Meu handläggare do Arbetsförmedlingen,que é muito gente boa por sinal, sugeriu que eu fizesse o  curso de sueco oferecido por eles também, assim estudando nos 2 lugares, pode ser que eu termine o SAS o quanto antes e ainda continuo fazendo parte do programa UGA.
      Alguém pode estar curioso pelo motivo que quero trocar de profissão e qual faculdade decidi cursar, então é o seguinte: No Brasil fiz um cursos de Gestão em Turismo,e trabalhava como supervisora de hotel em Belo Horizonte,do ladinho do Mineirão (vai bombar na Copa haha), gostava e ainda gosto muito de hotelaria,é uma área muito dinâmica,todo dia é uma coisa diferente, mas super estressante,você trabalha sábado,domingo, feriado,as vezes não tem hora para ir embora,muitos problemas, e tem que ser muito artista para ainda manter aquele sorriso no rosto e por aqui não deve ser diferente, todos os hotéis por trás daquela recepção tem um monte de coisas para resolver. A outra questão é que caso eu queira continuar na área hoteleira,provavelmente eu teria que me mudar para uma cidade maior,e nos nossos planos até que inclui Estocolmo,Uppsala ou outras,mas não para sempre,gostamos muitos de Hälsingland,aqui temos família, primos, e daqui há não sei quantos anos, queremos ter filhos,e queremos que nossos futuros filhos tenho esse contato com a família e vivam nesse lugar tranquilo e lindo, quem sabe com uma daquelas casinhas vermelhas bem próximo ao Lago Dellen... e por aqui o setor hoteleiro é muito fraco, com exceção do verão que aí a coisa muda.Então decidi que vou estudar Förskollärare e tentar me aprofundar mais na área da educação,pois aqui onde moramos faltam profissionais qualificados nessa área,sendo mais fácil entrar para o mercado de trabalho.
        Decidi estudar para Förskollärare durante o meu estágio na creche.Vi que é hora de realizar um  dos meus sonhos de infância que era ser professora, haha! Observei bem o trabalho,gostei e conversei muito com as professoras e elas me disseram: "Você leva jeito pra coisa, as crianças e todos nós gostamos de te ter aqui conosco, pena que você tenha que ir, mas espero que você possa fazer parte da nossa equipe no futuro!"
      E no meu último dia,depois de muitos abraços e uma apresentação de Capoeira que fiz, ganhei isso:

 Um cartaz com os dedinhos pintados das crianças e das professoras.Aí tive ainda mais certeza:

É isso mesmo o que eu quero!

    Mas não desisti do Turismo! Eu e alguns colegas do SFI apresentamos um projeto sobre um Dia Internacional, com comidas típicas,danças, músicas, suecas e também dos imigrantes para Hudiksvall Kommun e foi aprovado!E vou/vamos tentar montar um projeto turístico para essa cidade para deixa-la mais viva e espero que também seja aprovado!

sábado, 27 de outubro de 2012

Os 11 melhores momentos de sempre

Ganhei essa missão da Maria Helena do Blog Uma Caipira na Suécia onde tenho que falar sobre os 11 melhores momentos da minha vida, tarefa nada fácil já que tive tantos momentos maravilhosos nesses 24 anos de vida! E tenho que indicar mais 11 blogs, mas a maioria dos blogs que sigo já estavam na lista das outras blogueiras que também estão participando dessa corrente, mas caso você querido leitor ou leitora que também tenha um blog  e queira entrar no jogo me deixa um comentário aí eu fico sabendo e vou lá ler :)


1- Um momento marcante foi quando eu e minhas duas melhores amigas Alessandra e Anália saímos sozinhas pela primeira vez. Nos sentimos tão adultas, crescidas e com dinheiro para pagar a passagem, uma casquinha do MC Donalds, e os ingressos da Roda Gigante!


2- Meu primeiro emprego no Supermercado Gávea, com meu primeiro salário, conheci tanta gente legal por lá, foi o trabalho mais estressante e ao mesmo tempo o mais engraçado que tive até o momento :)


3- Para mim é super importante ter a minha espiritualidade equilibrada, então sou feliz por ser membra de uma igreja no Brasil e continuar sendo mesmo estando tão longe :)


4- Um dos momentos mais felizes também foi quando eu conheci o Johan no Couchsurfing. Foi a minha querida professora de inglês que me deu a dica desse site de viagens, já que estava estudando Turismo seria uma boa para servir de guia, receber brasileiros desse Brasil imenso e também estrangeiros em casa.Além do meu maridinho, também conheci muita gente legal que tenho contato  até hoje :)


5-Fazer rapéu no prédio da Una juntamente com meus colegas de classe da turma do Turismo foi uma aventura maravilhosa. Quando eu olhei lá de cima e vi as luzes do centro de Belo Horizonte, e eu pensando " Foi eu mesma que tive coragem de fazer isso, medrosa do jeito que sou?".  :)


6-Como boa mineira, a primeira vez que fui a praia tem que estar aqui como um dos melhores momentos da minha vida! Foi a minha madrinha Miriam que me levou para conhecer o mar em Caraguatatuba e espero algum dia passar uma semana em uma praia maravilhosa do Brasil juntamente com os meus familiares mineiros e minha nova família sueca! :)


7- A primeira vez que vi e senti a neve também tem que estar aqui, hehe. Me lembro de quando eu era criança e via aqueles filmes americanos na época de Natal coberto de neve e tudo branquinho... aí eu dizia pra mim mesma: "Eu ainda vou brincar na neve!".  Eu imaginava que veria e sentiria a neve pela primeira vez no Canadá, pois planejava fazer um intercâmbio, por essas bandas, mas foi aqui na Suécia  que tive o prazer de conhecê-la e espero continuar gostando dela por muitos e muitos anos já que ela vai fazer parte da minha vida até não sei quando .... :)


8-Quando o Johan se ajoelhou e me pediu em casamento lá na nossa ponte preferida  que se chama Tå,no Lago Dellen ahhh, até hoje sinto borboletas na barriga quando me lembro  :)


9- O dia do nosso casamento foi maravilhoso e inesquecível! Tudo saiu perfeito, muita gente chorando de emoção,gente que eu nem tinha tanto contato assim, meu vestido foi do jeito que eu queria, a comida estava de dar água na boca e não posso esperar para repetir a dose no Brasil :)


10- Uma das muitas coisas que me faz muito feliz nessa vida é comer! E aqui na Suécia descobri umas comidas,umas sobremesas que eu não conhecia no Brasil: Kebab, Tacos, Kladdkaka,Kanelbulla, Pyttipanna,Lingunsylt...


11-O quê me faz muito feliz nessa vida é ter um marido ótimo, uma família maravilhosa, uma nova família aqui que me recebeu de braços abertos, as amizades que tenho no Brasil e as novas amizades que estou conquistando aqui e o mais importante ter Deus na minha vida, porque tendo ele o resto fica mais fácil :)

Ufa!É difícil escrever tudo em apenas 11 tópico!


Aqui vão alguns blogs que quero presentear:


1-Aventuras de Elive na Suécia

2-Blog da Kika
3-Danii's Stuffs
4-Let's all do the silly walk!
5-London, babe!
6-Meias palavras
7-Passaporte Love
8-Querido Deus Obrigada por me exportar
9-Stjerne
10-Swedis Life Backup
11-Viver Plenamente em Paris

Uai gente, não é que empolguei e deu 11 e a lista ainda podia continuar? Espero que os escolhidos ainda visitem esse blog que andava cheio de moscas, e queiram continuar a corrente dos 11!


Quero aproveitar a chance e dizer que muitas vezes não apareço nos Blogs de vocês é porquê o Blogger está louco e some com alguns blogs que acompanho e as vezes não mostra as atualizações de alguns que estão na lista  mas sei lá o quê que acontece!


Abraços!!!







sábado, 29 de setembro de 2012

SFI

        Quero contar um pouco de como está sendo minha experiência no SFI da minha cidade. Cheguei aqui por essas bandas no dia 07 de Abril e comecei a estudar em meados de Maio, já que o meu personnumer demorou a chegar porque meu nome não estava escrito na porta. Depois de fazer um teste de nivelamento fiquei uma semana em uma classe introdutória para a professora ter certeza se eu poderia começar no nível C e assim foi.
      Tive e tenho excelente professores, que aos poucos estão me fazendo entender como essa língua funciona, e hoje depois de quase 6 meses aqui na Suécia fico feliz por entender o que as pessoas estão falando comigo.
      Vejo muitos relatos negativos de brasileiros,principalmente os que moram em cidades maiores, a respeito do SFI. São professores que só pedem os alunos para ler e traduzir o jornal, outros que vão tomar cafézinho e voltam um tempão depois, outros onde os imigrantes asilados não deixam o professor dá aula direito e fica aquela enrolação... Só sei que nessas horas fico feliz da vida por morar em uma Kommun menor onde é mais fácil colocar ordem na coisa.
     Na minha escola não vejo enrolação por parte dos imigrantes que recebem ajuda do governo não. Os que estão há mais tempo na escola normalmente são pessoas de mais idade que vem de uma país onde o alfabeto era totalmente diferente e as vezes não eram se quer alfabetizados em sua língua. Então a gente tem que entender que esses daí vão levar tempo mesmo.
     Em Hudiksvall, se não me engano, o aluno só pode estudar no SFI durante até 3 anos.Outro dia desses um que estava  na minha sala teve que sair pois já estava há tempo demais, e teria que terminar o SFI através de um curso oferecido pelo Arbetsförmedlingen. Se o imigrante falta de aula, desconta-se dinheiro, são obrigados a participar da escola de verão,se não comparecessem,desconto no dinheiro. Além de todos serem obrigados a fazer estágio quando estão no SFI C e D.
  Os alunos conversam em sueco entre si, e só falam em sua língua com o colega na sala de aula caso o mesmo não entenda de jeito nenhum o que o professor está explicando. Na minha sala tem pessoas do Irã, Afeganistão, Turquia,Eritrea,Hungria,Romênia,Espanha,Itália, Inglaterra,Estônia,Cuba, Argentina, Russia,Tailândia,Burma,Vietnã... Não tem muita panelinha, o povo se mistura e acaba dando aquele clima gostoso as aulas!
   Além de gramática,podemos escolher se queremos ter aulas de:

-Trânsito parte teórica para ajudar quem quer tirar carteira
-Saúde, como funciona os hospitais e o sistema de saúde,quem a gente deve procurar em caso de tal doença ,etc.
-Meio Ambiente e sustentabilidade
-Democracia
-Direitos e deveres
-Como ser pais na Suécia
-Escola para crianças

E agora temos alguns temas novos, mas como estou fazendo estágio 2 vezes na semana só me lembro de alguns temas:

-Morar e se sustentar na Suécia
-Trânsito, pois a demanda foi muito grande nas primeiras quatro semanas
-Gramática

 E outros que eu infelizmente não recordo... mas estamos sugerindo temas sobre o mercado de trabalho e o ensino superior na Suécia, que são assuntos de interesse da maioria dos imigrantes.
    Com esses temas, temos a oportunidade de falar muito sueco, pois alguns assuntos gera muita discussão e também entender melhor como essa sociedade funciona.
     Muitos imigrantes,principalmente muçulmanos vão aprendendo e abrindo os pensamentos que aqui você não pode obrigar os seus filhos a ter a mesma religião que seus pais, você não pode obrigá-los a se casar com as pessoas que escolherem,não pode castigar a sua mulher mesmo que ela queira rasgar o véu... (muitos no início do curso achavam isso um absurdo no final dele já estavam muito mais abertos e sabendo que isso é lei e que  podem inclusive perder a guarda dos filhos  ou em outros casos ir para a cadeia).
     Vamos entendendo o porquê é proibido bater em crianças e as suas consequências caso isso ocorra,o porquê aprender a língua e se sustentar através do seu trabalho é muito melhor e mais importante do que sobreviver da ajuda do governo, que essa deve ser oferecida apenas em caso de necessidade, o porquê da do aborto aqui ser liberado, o porquê respeitar a cultura e os costumes do país que te acolheu mesmo que você não concorde é importante, que você pode manter e praticar a sua cultura contanto que não tente impô-la aos demais...
      A minha experiência no SFI tem sido muito mais que aprender a língua, está me ensinado a história desse país, sua cultura, seus costumes,seus valores,suas leis,sua política,seu sistema e isso faz com que a minha inserção nessa sociedade meio que tão "fechada" seja mais fácil.
     Fiz a aprova para passar para o C em Agosto e em Outubro a professora disse que posso fazer a prova final. O engraçado é que a maioria dos alunos da minha sala dizem "eu também quero fazer,não quero ficar aqui muito tempo não".

    No meu próximo post quero falar sobre o Praktik que consegui através do SFI renumerado pelo Arbetsförmedlingen.




 

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Noruega em algumas fotos

      Aqui vai algumas fotos desse país lindo e caro! Voltei para a Suécia achando tudo barato, hehe.
Quero voltar algum dia para conhecer a capital Oslo.
     A casa de verão dos meus sogros fica em Grunke, que é um vale nas montanhas do Valdres.  Boa parte dos familiares da minha sogra são noruegueses , a mãe  do Johan é sueca, pois nasceu aqui, mas a avó dele é norueguesa. Minha sogra também tem um pouco de sangue italiano nas veias, já que seu pai era metade italiano metade sueco. Mas é uma mistura tão grande entre noruegueses e suecos na parte materna que até hoje eu não entendi direito, hehe, mas enfim, minha sogrinha que amo muito ganhou esse terreno na Noruega (e outros parentes também) após a morte de seu avó Anders Underdal, que era filho de Bjørnstjerne Bjørnson (o homem que escreveu o hino norueguês). Tive que escrever sobre isso pois meu maridinho  ficaria muito zangado caso eu não falasse dos famosos dentro da família dele haha. Ele também pede para lembrar-vos que Margit Sandemo escritora norueguesa famosa dentro da Europa é tia da mãe dele e que seu pai Wille Grindsäter foi um famoso tocador de violino (Skäggmanslaget) na década de 70 e 80 na Suécia. Johan e eu também somos um pouco famosos, como vocês viram no post anterior estávamos no Expressen Söndag, HAHA, mas isso foi só o início, kkkkkkk.
 
















quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Nós no Expressen Söndag

     Aqui vai o link da reportagem sobre o Johan e eu que saiu na revista Expressen Söndag de algumas semanas atrás:


http://www.expressen.se/res/johan-soffsurfade-sig-till-sitt-livs-stora-karlek/


   Ficamos surpresos com interesse da revista de escrever sobre nós, é engraçado andar na rua e um desconhecido dizer "Parabéns eu vi vocês na revista!"


Aqui e lá

     Eu até que pensei que quando me mudasse aqui pra Suécia eu teria um monte de coisas, para escrever, muitas novidades, choques culturais e coisas desse tipo. Eu acho que pulei aquela fase do deslumbramento, de se impressionar com tudo, com todas as diferenças e por aí vai.É claro que vejo e sinto tudo aquilo que é diferente daquilo que eu estava acostumada mas esse impacto está sendo muito pequeno.Sinto saudades da minha família e amigos, mas estou convivendo com isso super bem.
    Gosto de morar aqui assim como gostava de morar em Minas. E mesmo sendo de Belo Horizonte não estranhei o fato de vir morar em uma cidade pequena. Tudo que o que eu fazia em BH posso fazer aqui também, algumas com mais facilidade outras com mais dificuldade. Acredito que uma das coisas que fizeram com que eu não estranhasse tanto assim a vida por aqui é porque estou gostando da minha experiênca por essas bandas. 
    Direto e reto alguém sempre pergunta "onde é melhor?" mas hoje eu diria que fica 50% pra cada. Gosto igualmente dos dois lugares mas talvez no futuro essa perspectiva possa mudar. O quê posso  responder é o quê mais gosto em cada um. E aqui algo que aliviou e muito a minha vida é o sistema de transporte, que costuma passar sempre no horário,seguir o intinerário e a empresa pelo menos da cidade onde vivo se preocupa com o bem-estar do seus passageiros. Seguem duas experiência positivas que tive:

*Quinta-feira passada os dois ônibus que saem as 07:00 horas foram lotados,com gente em pé em ambos. No decorrer do trajeto o motorista avisou que a empresa havia enviado um ônibus extra e quem quisesse poderia descer e pegar o que vinha atrás. Desde então são três ônibus saindo neste mesmo horário sem nenhum passageiro precisar liga
r para reclamar de nada.

* O ônibus deveria passar as 20:00, cinco minutos depois nada. Ligamos para saber o motivo do atraso e a empresa informou que o ônibus havia quebrado e que passaria muito tarde mas que eles enviariam um táxi por conta da empresa.


    Mas como nada é perfeito, então já presenciei e ouvi relatos de falta de educação :

*Parece que aqui todo mundo adora sentar-se sozinho no ônibus. Colocam mochila, livro ou o que for na poltrona ao lado só pra que ninguém se sente. Isso seria até OK, se não fosse o fato que muitas pessoas vão em pé. Alguns até perguntam: "Posso me sentar aqui?" , alguns retiram e fecham a cara, outros fingem que não ouviram pois estão com o fone de ouvido, e outros negam na cara dura, dá pra acreditar numa coisa dessas?!

* Adolescentes amam colocar aqueles tênis imundos em cima da poltrona, mesmo sendo esse comportamento proibido.

*É raro ver alguém se levantar para um idoso, grávida,ou com alguma mobilidade reduzida ou até mesmo ajudá-los a entrar no ônibus. Meu marido algumas vezes, que nem ia pegar o ônibus só estava apenas passando  na rua, teve que ajudar uma senhora idosa  a entrar  porque o povo só olhava pra cara dela enquanto ela pedia ajuda. ( brasileiros são bem mais solidários nesse sentido,tirando as exceções)

* Não existe fila , não importa se você foi o primeiro a chegar no ponto , pode ser o último a entrar se não for esperto.

Acho que os pontos positivos em Hudiksvall são os negativos de Belo Horizonte e os negativos de Hudik são os positivos de BH.

Como eu disse lá em cima, tem um monte de diferenças entra a vida aqui e a vida lá, vez ou outra eu posso até comentar algo por aqui, mas no meu dia a dia prefiro nem pensar muito nisso, nem fico comparando um país com outro , isso fez e está fazendo minha adaptação mais fácil. Vou vivendo aqui no jeito deles, com uma cobertura do meu jeito, aí nem tem como estranhar muita coisa não.




sábado, 28 de julho de 2012

Explicação

    Aqui está a razão do meu sumiço:




      O casamento ocorreu na tarde do sábado do dia 14/07 e foi maravilhoso!!!
A cerimônia foi realizada em português e sueco pois o Pastor morou no Rio de Janeiro por dois anos.
Pena que minha família não pôde estar presente, mas se Deus quiser vamos fazer uma cerimônia no Brasil também.
      A sensação de entrar na igreja ao lado do homem que eu amo foi maravilhosa, foi a realização de um sonho pra mim. Muitos convidados choraram, pois de fato foi muito lindo e emocionante. Aqui na Suécia , normalmente só se convidam para a cerimônia as pessoas mais próximas e íntimas, você não precisa convidar os pais de seus melhores amigos, e tals, mas a nossa surpresa é que algumas pessoas que gostamos mas que infelizmente não foram convidadas , marcaram presença na igreja mesmo assim, o que significou muito pra nós. Claro que se pudéssimos gostaríamos de fazer uma festa para todos também, mas pra quem já se casou aqui na Suécia sabe a grana preta que custa tudo isso. Nós tivemos 70 convidados, o que ouvi dizer que para os padrões suecos já é muita gente, hehe. 
    A festa foi show também! Boa comida, gente engraçada muitos discursos  e dança!!! A suecada tirou o pé do chão. Tocou de música tradicional sueca a forró e a galera amou a misturada!
    Preciso ir, pois hoje vamos para a Noruega! Para a lua de mel, pensamos em fazer um mini-cruzeiro para não muito longe, eu odeio voar então descartei qualquer opção de lugar onde fosse necessário entrar dentro de um.

Até mais!!!

  





quarta-feira, 23 de maio de 2012

Estudo, família e casamento

       Como eu queria que o blog fosse atualizado pela força do pensamento!!!Tenho andado com uma preguiça danada de escrever, nem atualizo meu status no facebook e isso já faz um tempinho bom.
      Comecei o SFI e estou gostando muito.Finalmente algumas coisas da gramática sueca que nunca faziam sentido começaram a clarear na minha cabeça.Na primeira semana fiquei em uma sala de introdução e depois a professora decide para qual nível devo ir e como a maioria das brasileiras que conheço comecei no C também.Gosto dos meus colegas de classe, e eles levam a sério mesmo os estudos, nada de enrolação, e só conversamos em sueco entre em nós,e a maioria, mesmo os que não precisam estudar durante o verão, querem participar das aulas para tentar passar para o nível D, e claro que eu não posso ficar de fora.
       Os dias aqui estão ficando mais quentinhos e já estou começando a ter problemas para dormir devido a claridade.Tem chovido bastante por aqui mas por dois dias direto (que tantão) , fez sol e calorzinho. No primeiro dia de sol convidamos os sobrinhos do Johan, de 16 e 9 anos para jogar peteca,eles não conheciam esse jogo tão gostoso e se divertiram muito, mas é difícil ensiná-los a jogar, o Johan ficou melhor depois de meses de prática.O sobrinho mais novo gostou tanto que ficamos surpresos quando ele bateu a campainha do apartamento chamando para jogar de novo.Jogamos peteca, brincamos de pegador, capoeira, tudo em uma tarde só.
       Final de semana passado fomos para casa dos meus sogros e mesmo depois de mais de um mês e meio que cheguei minha sogra continua dizendo: "Estamos tão felizes por você finalmente ter vindo morar aqui".Sinto que a família do Johan tem se esforçado muito para que eu me sinta em casa aqui e não me sinta sozinha, sinceramente eu não esperava isso de uma família sueca e sou grata por eles serem tão calorosos.Fizemos churrasco,jogamos peteca,assistimos TV juntos,trabalhamos no jardim... fiz os mesmos programas em família que eu costumava fazer lá em Minas.
        Minha cunhada está preparando uma despedida de solteiro pra mim,estou super curiosa mas ela não me dá nenhuma dica de como será!A medida que os convidados foram recebendo o convite de casamento eles foram ligando surpresos e felizes.Ninguém esperava que um casal tão jovem para o padrão sueco fosse se casar, já que por aqui, muitos preferem apenas juntar os panos o que eles chamam de "sambo".
        Estamos olhando os preços da passagem para tentar trazer no mínimo meu pai para assistir o casamento,já que minha mãe diz que jamais entra dentro de um avião, mas os preços estão absurdamente caros, já que em Julho é alta temporada por aqui....
        Por hoje é só!
      

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Tudo junto e misturado

Oeee!

      O título do post é este pois passo tanto tempo sem postar que quando venho aqui nem dá pra falar de um assunto só.
      Por aqui andou fazendo uns dias lindo de sol,céu azul e uns 15 graus; e claro, hoje está nublado e 2 graus lá fora e talvez essa seja a razão para eu estar aqui sentadinha em frente ao computador atualizando meu blog!
      Assisti uma corrida de patos em Hudiksvall, detelhe: PATOS DE PLÁSTICO, hehe.Nunca pensei que a cidade pudesse ficar tão cheia devido à uma corrida como essa, ou será que a razão real era o tempo lindo que fazia no sábado?!

                                        O vencedor foi um desses patos azuis aí ;)

       No domingo pela manhã fomos a igreja.É triste não entender tudo o que eles cantam ou quê o Pastor fala,mas ainda bem que o Johan tentava traduzir na medida do possível.Depois da igreja tinha um café com biscoitinhos e qual foi a minha surpresa ao ver que uma das senhoras da igreja lembrou-se do Johan e de mim (estivemos em outro culto) e inclusive que nós não bebíamos café nem chá, e disse : "Hoje nós temos suco também", hehe,achei muito doce da parte dela.Depois do culto sentamos com o pessoal da igreja,só nós dois de jovens claro, pra fazer um lanchinho e começaram as perguntas sobre o Brasil,como nos conhecemos, se estou gostando...Foi bem legal.
       Fui pela primeira vez ao Valborg, que antigamente era uma celebração para queimar bruxas,e maus espíritos que eles acreditavam existir, mas hoje em dia é somente uma celebração para dar oficialmente bem-vindo a primavera cantando canções e acendendo uma fogueira.Conversei muito em português com uma brasileira que foi comigo e outra portuguesa que encontramos lá.






      Mudando para um assunto mais pesado e triste: Gente engordei um kilo e meio e estou muito preocupada.Fiquei um pouco mais feliz quando vi que não eram 4, pois a desesperada aqui queria comprar uma balança na IKEA, subi em cima e quase tive um ataque quando vi 46 kg, como assim de 42 pulei para 46? Até que meu vinking disse "Amor, você está usando roupas de inverno e isso pesa", e claro que ele acabou me convencendo de não levar a balança e disse que não estou engordando, que isso é neura minha, e que sente saudades dos 50 kilos que eu pesava quando me conheceu.O certo é que eu aprendi a gostar da Josy magricela, mais do que a Josy do corpão e quero me manter assim.
Como não trouxe minha balança, toda vez que vou na casa  dos meus sogros dou aquela pesadinha básica. Tenho sorte desse um quilo e meio a mais não ter ido parar na minha barriga, ou deixar o meu rosto mais redondo que já é, em  compensação me deixou com as coxas mais grossas e fica mais proporcional com as minhas pernas grossas de jogadora de futebol que não se afinam nem perderdendo 8 kilos, afff!


                                                             42 kilos
43,5 kilos

terça-feira, 24 de abril de 2012

hej hej

    Olá !

    Eu bem sei que deveria estar atualizando o blog com mais frequência, afinal mudei de país e devo ter muitas novidades, e e novas impressões.Mas é verdade é que não estou estranhando muito não.A única coisa que estou tentando a me acostumar é com a nova paisagem, ver essas casinhas de madeira vermelha e os apartamentos praticamente no mesmo padrão, e as árvores tão secas que me recuso a acreditar que elas vão ficar verdinhas até o verão.
   Dizem por aqui que é primavera,eu tento assimilar primavera com a temperatura que vejo no termômetro, que está entre 0 e 5 graus,e até neva de vez em quando.Em Minas nunca enfrentei um inverno que chegasse a 10 graus então acho isso bem engraçado.
   No domingo estava um dia de sol,então aproveitamos para caminhar até a praia.A natureza daqui é muito bonita e eu não vejo a hora de chegar o verão para aproveitar melhor.Papo vai e papo vem até que o assunto chega no quanto seria maravilhoso ter minha família aqui,e ver nossas famílias juntas... daí o Johan teve a belíssima ideia de ligar para o meu pai só nos esquecemos das nossas 5 horas de diferença de fuso horário e acordamos todo mundo as 06:30 da manhã, que maravilha! Deu pra matar um pouquinho da saudade!
   O Johan recebeu uma mensagem em português no celular, dizendo que soube da existência de uma brasileira chamada Josy na cidade, e sim, é uma outra brasileira que mora aqui em Delsbo.Fiquei surpresa e feliz em saber de mais uma brasuca aqui na cidade, que é bem pequena.
   Estou aguardando meu persumnumber chegar para poder me matricular no SFI,não vejo a hora de me manter ocupada com alguma coisa e conhecer novas pessoas.
    A família do Johan que como eles mesmo dizem, agora é minha também, tem sido muito amorosos e calorosos comigo.E isso faz com que a minha adaptação seja mais rápida e melhor por aqui. Não me sinto sozinha por aqui,e claro que sinto saudades das pessoas que amo no Brasil mas vejo que tem pessoas que amo aqui também.Minha sogra e cunhada tem me ajudado muito com os preparativos do casamento e estão todos muito empolgados.
    Ainda não caiu a ficha que dessa vez eu vim pra morar, então quase todos os dias acordo com um sonho estranho, onde esqueço o dia da minha viagem pra Suécia, e só me lembro no outro dia e acordo assustada com um "Nossa, perdi meu vôo!", então quando me dou conta de onde estou fico mais calma novamente.
   Estou feliz, graças a Deus,mas estou sentindo falta de congregar com mais frequência.Desde que cheguei fui a igreja apenas uma vez e me preocupo com meu fortalecimento espiritual.Mas sei que tudo posso naquele que me fortalece!

Abraços
   
   



quinta-feira, 12 de abril de 2012

Enfim Suécia!

Olá queridos leitores!

      Finalmente estou na Suécia, dessa vez para morar.E ainda não parece real que dessa vez vim pra ficar. tanto o Johan quanto eu,estamos nos sentindo tipo "temos que fazer isso, aquilo, visitar fulano, ciclano, beltrano..." mas então respiramos e dizemos: "hey, por quê estamos tão desesperados com relação ao tempo? Dessa vez eu não vou ficar apenas três semanas, minha passagem de visita ao Brasil está marcada somente para Dezembro e até lá temos tempo de sobra para curtir com calma..."
      A viagem foi tranquila, a despedida no Brasil foi triste mas sobrevivi.A recepção na Suécia foi maravilhosa, bem calorosa como de costume, e o nosso apartamento é muito cute!!!
     Dentro de alguns dias devo receber meu persumnumber e vou me matricular no SFI. Minha sogra me chamou para trabalhar para ela no Loppis Summer Café e eu amei a idéia pois não vou me sentir muito sozinha.Em agosto Agosto o Johan e eu vamos passar uma semana com meus sogros na casa de verão que eles tem em algum lugar nas montanhas da Noruega, estou ansiosa por esta viagem.
     Hoje aqui está mais quentinho, mas sábado quando cheguei estava em torno de 2 graus e graças a isso estou com uma dor de garganta enorme como nunca senti antes.
     Preciso mudar o nome do Blog mas minha criatividade está passando longe de mim, e espero que ela volte rapidinho pois vai me fazer falta por aqui.
    Por hoje é só!

Beijos

terça-feira, 20 de março de 2012

Chorei também!!!

    Oiii gente!

      No último post eu havia "reclamado" da choradeira da minha família, pois é, provei do meu próprio veneno! Chorei bastante nesses últimos dias também, a diferença é que faço isso sozinha no meu canto, pra não deixar ninguém triste ou preocupado.
      Acordei hoje muito melhor, rindo de orelha a orelha, nem sei de onde saiu tanta felicidade e nem sei também de onde tinha vindo tanta sensibilidade até ontem!Chorava quando acordava, saindo pro trabalho, e deixando todos lá em casa dormindo,pensava  que em pouco mais de 2 semanas não vou sair de casa e deixá-los dormindo e chegar e encontrá-los acordado, não terei "conversas de garotas" até cair no sono com minha irmã, nem vou escutar meu irmão mais novo dizendo "Quer assistir desenho comigo?", muito menos a deliciosa companhia dos meus pais, a comidinha da minha mãe, as saídas com os amigos...Mas como já disse, hoje acordei bem melhor e ao invés de chorar, lembro de tudo isso com um sorriso no rosto, meus olhos podem até se encherem de lágrimas, mas me sinto orgulhosa e feliz por ter essas pessoas maravilhosas na minha vida.
    Nessa maratona de despedidas,domingo passado visitei minha bisavó, que não via há mais de 5 anos, vergonha pra mim , pois ela mora somente na cidade vizinha.Nesse último mês senti uma necessidade extra de encontrar as pessoas que são especiais pra mim. Na verdade, apesar de amar muito meus familiares e amigos, sempre passei longos períodos sem encontrá-los, poucas vezes fiz uma visitinha na casa deles, até mesmo nos que moram no mesmo bairro que eu, e agora sinto como se precisasse recuperar o tempo perdido, e só tenho mais 17 dias!!!
   Acho que estou valorizando muito mais esses laços agora.Me acostumei a ter essas pessoas especiais sempre ali e nunca tinha imaginado que um dia iria pra tão longe delas.Não vai mais acontecer aquele encontro casual dentro do ônibus, na rua, ou no supermercado...As vezes tenho medo de me sentir sozinha, e por mais que eu tenha o meu noivo e a família dele por perto, é bom ter meus próprios amigos e contatos,e pelo os relatos que ouço, construir uma amizade na Suécia não é algo tão simples e fácil assim.Os amigos que meu noivo tem, são os mesmos que ele tem desde a infância, pode ser que algum deles algum dia venha a me considerar amiga deles também, mas pode ser que a maioria sempre me veja como a namorada do Johan.

                                                                          * * *
     Sábado é meu Chá de Langerie, hehe, quero só ver as brincadeiras que esse povo vai aprontar comigo...

                                                                          * * *
   
    Tenho tomado um certo gosto em cozinhar! Nunca fui muito boa, mas estou aprendendo muita coisa gostosa e diferente e o pessoal aqui de casa tá gostando bastante!


    É isso aí galera!

Beijos


   

segunda-feira, 12 de março de 2012

É necessário muita cautela

    Olá gente!
 
     Hoje quero deixar aqui o link de um post de uma brasileira que largou tudo por amor e se mudou para a Suécia e enfrentou momentos difíceis com o ex-companheiro.Coisas que pensamos que nunca irão acontecer com a gente,podem acontecer, então toda cautela é pouca antes de fazer as malas e ir embora.
    Vale a pena ler essa história até o fim!

           http://aventurasnaneve.blogspot.com/

    Minha intensão não é fazer medo em ninguém galera! Até porque eu estou nesse mesmo barco. Mas aproveitem bastante a fase do conhecimento,observem a forma como o seu companheiro trata a família, os amigos,independente de ser estrangeiro não. Fique atenta aos sinais verdes e vermelhos que o relacionamento dá para saber se compensa ou não investir.
   E se você assim como eu for uma pessoa que crê em Deus, peça a Ele direcionamento e que a benção Dele possa estar sobre a sua vida.

     Abraços

domingo, 4 de março de 2012

Como deixar minha família mais calma?

        Bom, não sei bem como colocar meus pensamentos em palavras neste momento, mas vou tentar.
        Por aqui o clima tá de despedida e eu odeio isso,minha mãe, minhas tias e primas insistem em me abraçar chorando, dizendo "não vai, é tão longe, quem vai cuidar de você lá" e isso não torna as coias mais fáceis pra mim.Eu tento deixar a galera calma, dizendo que estarei de volta em Dezembro, que vai passar rapidinho, mas tá difícil viu.Claro que fico feliz em saber que sou amada e que essas pessoas especiais se importam comigo,mas o quê preciso no momento é apoio, curtir esse último mês com alegria...
       Fico triste quando ouço " Por quê você tinha que crescer? Para casar e nos deixar aqui?Não vai embora minha pequena".Eu só queria que as pessoas ficassem felizes em saber que eu estou feliz!E que a vida é assim mesmo, um dia a gente cresce, cria asas e voa.
       Ainda bem que meu pai já é mais tranquilo e sabe lidar melhor com essa situação e fico feliz por ter puxado ele nesse sentido.Ele sempre dizia e ainda diz para minha mãe quando meus irmãos e eu tomamos uma decisão de que ela não esteja de acordo: " Nós não criamos nossos filhos para nós, mas para o mundo, sempre chega um dia em que eles farão seus próprios erros e acertos".
      Nesses quase 3 anos de namoro, não foi fácil ficar longe do Johan.É difícil manter uma relação a distância e nem eu nem ele quer passar mais anos e anos distantes um do outro.Chegou a nossa hora de ter a nossa própria família,o nosso cantinho e viver a nossa vida.Claro que sentirei saudades da minha família, dos amigos, da minha igreja, do meu País... mas morar lá do outro lado do mundo não significa que perderei o contato com esse povo que amo tanto aqui não!Sempre que puder estarei por aqui e sempre que der quero a presença deles na Suécia também.O que não dá é para abrir mão do homem que eu amo e que também me ama e respeita por causa que a minha família não quer que eu more longe deles.
     A nossa decisão de morar na Suécia ao invés do Brasil, não foi tomada as pressas,estudamos todas as possibilidades juntos e concluímos que primeiramente o melhor para nós é  morar na Suécia, pois o país está melhor preparado para receber um imigrante.Vou poder ir para escola aprender o idioma,tenho o desejo de fazer outra faculdade,encontrar um emprego com um salário bacana, ter tempo para o lazer ... E se ele fosse mudar para BH,  teria que aprender português na marra, entrar para uma Universidade Federal  nós brasileiros sabemos e muito bem que não é nada fácil... pagar uma particular significa trabalhar trabalhar e trabalhar durante o dia ,estudar a noite, fazer os trabalhos de madrugada e não vê o cheiro do seu salário no final do mês... O Johan vai começar um curso (assistência social)  na próxima semana, vai ganhar uma espécie de "salário estudante", vai ter tempo de se dedicar aos estudos, estagiar no verão e depois quer fazer faculdade de Jornalismo pois este é o sonho dele, e não é gabando, mas já gabando, ele tem o dom para escrever!Admiro muito o trabalho dele de cuidar de pessoas idosas ou crianças com algum tipo de deficiência corporal ou mental,é um trabalho duro, que exige muita paciência ,disposição e dedicação,mas ao mesmo tempo gratificante em saber que você está ajudando alguém que precisa.O salário nessa área por lá é muito bom, mas aqui?????
    Outra coisa que pesou muito na nossa escolha foi a questão da segurança.Claro que em todo lugar acontece casos de violência, mas aqui na região que moro é algo tão comum,todos os dias tem uma história nova.É um saco ter que andar correndo nas ruas à noite, deixar de ir em um certo lugar pois a malandragem tomou conta, entre outras coisas...
    É difícil entender como um país que tem a 7ª maior economia do mundo pode ter tanta desigualdade social. É claro que as vezes eu queria ficar aqui e ajudar a mudar o Brasil, mas sabemos que o nosso sistema político é uma vergonha, e a pergunta que não cala é como mudar essa situação?E não adianta falar que é só votar consciente, pois vai saber como de fato funciona a pilantragem dessa corrupção na nossa política...
    É isso aí minha gente, vou parar por aqui pois o post começou de um jeito e estava querendo terminar de outro.Mas antes de terminar , gostaria de pedir o conselho de vocês que também tiveram que deixar a família, para ir viver com seu amor, ou correr atrás de um sonho...O quê vocês fizeram pra deixar o povo mais calmo?

Grande abraço para quem passar por aqui!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Droga de blogger

   Adiciono um blog que quero seguir e um minuto depois ele já não está mais na lista :(
   Tive que salvar um monte de Blogs interessantes como rascunho para não me esquecer depois...
   E o mais estranho é que não acontece com todos os blogs que tento adicionar...

Como resolvo isso???

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

45 dias para a grande mudança

      Vocês leram certo! Em 45 dias estarei deixando o meu Brasil brasileiro para me aventurar nas terras vikings!
       Estava pesquisando alguns precinhos hoje e me deparei com um voo da TAP imperdível: R$ 2152,20 saindo de Confins-Lisboa-Stockholm, volta: Stockholm-Lisboa-Confins. Em todas as outras Cias Áreas que procurei o  preço estava acima de 2400,00 então não deu outra!
       Claro, não consegui fazer surpresa para o Johan coisa nenhuma, assim que efetuei a compra mandei uma mensagem dizendo a data e hora que chegarei em Arlanda.
       Agora só me resta aproveitar e muito esses dias que me restam para curtir a família, os amigos,a comida, o calor!De certa forma o meu inconsciente já havia começado a querer curtir cada momento, nunca encontrei minhas amigas tantas vezes na mesma semana para passear ou só para bater um papo como agora.Já estou com saudades e olha que ainda nem fui!
       Eu queria ter tudo e todos perto de mim, sei que isso é impossível , mas também não me arrependo da decisão que tomei e espero nunca me arrepender.Vou levar bons momentos na lembrança e isso vai dar gostinho de quero mais e o próximo encontro vai ser daquele jeito!

Obrigada a todos vocês que passaram por aqui e que torceram por mim! Espero continuar com o blog mesmo na Suécia , mas acho que já posso começar a pensar em um nome novo certo?

Abraços

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Mudança de planos

   Olá todos vocês que passam por aqui, se é que alguém ainda passa por aqui depois de tanto tempo sem nenhuma atualização...
   Parece que tudo o que eu planejo não dá certo, muitas coisas pra mim só funcionam na base do improviso.Mas dessa vez a culpa nem foi da minha falta de planejamento e sim das circunstâncias  e surpresas que a vida oferece.
   Fui no Consulado Sueco do Rio de Janeiro pegar meu cartão de residente e fui surpreendida com a notícia que o ideal seria eu ir para a Suécia até Abril, pois não é bom deixar mais de 4 meses se passarem após a resposta positiva do visto para a mudança,pois pode ser que o Migrationverket entre em contato pensando que pode se tratar de uma fraude de relacionamento ou coisas do tipo.Resumindo tenho que adiantar a minha viagem , mas não dá para adiantar o casamento , o que está me deixando triste.Até que pensamos na possibilidade de contar com a sorte e fazer tudo do jeitinho que planejamos , mas já pensou ter que começar o processo de visto todo de novo caso algo der errado?
   Então por enquanto as coisas ficam mais ou menos assim:
   *Devo me mudar de malas e cuias para a Suécia no mais tardar até Abril
   *Vamos casar no civil na Suécia
   * Após o verão sueco viajamos para o Brasil e realizamos a cerimônia religiosa
Tudo isso, se Deus quiser!

   Vai ficar um pouco mais difícil para planejar as coisas estando tão longe, mas o meu vestido já está escolhido, assim como o salão, é só remarcar a data! Só vai ficar faltando os convites (mas já sei exatamente como fazer)e uma irmã em Cristo muito querida da cidade de Montes Claros já se ofereceu para cozinhar no meu casamento já que ela trabalha com buffet. Deus tem entrado com as providências e me dado algumas surpresas nessa caminhada!

   Gente e eu queria poder fazer uma surpresa para o Johan, só dizer o mês que vou chegar,nada de data e hora.Pelo o que pesquisei no Google Maps não será difícil encontrar o nosso apartamento...Porém tenho medo de pegar o trem e descer na Estação errada e de não dar conta de carregar as 2 malas gigantes sozinha... ainda não decidi, mas vamos ver!

  Junho de 2011 com roupas tradicionais de Delsbo

                                                  Eu no Consulado Sueco do Rio de Janeiro

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

SIM! JA! YES!

    O Johan já voltou para a Suécia,porém ...RECEBI MEU VISTO para residir e trabalhar na Suécia!O processo foi super rápido,menos de 2 meses,não ligamos nenhuma vez para consultar o andamento,e ainda demoramos a enviar os documentos do Johan já que ele estava aqui comigo.
    Fomos para Curitiba no dia 26/12,ficamos alguns dias com pessoas super queridas, participamos de alguns cultos da igreja e no dia 30/12 descemos para Florianópolis (choveu, fez frio, o trânsito dentro de Floripa estava terrível, e nem deu para aproveitar a cidade) e no caminho recebemos uma mensagem da família do Johan dizendo que meu visto tinha sido aprovado,como estávamos meio que brigados nessa hora nem comemoramos muito, mas depois que a ficha caiu é que percebemos "agora é só arrumar as malas".
    Pretendo me mudar só em Junho,já que preciso organizar as coisas do casamento,não posso simplesmente abandonar o meu trabalho e deixar todo mundo na mão, apesar da minha equipe conseguir levar as coisas pra frente já que foram muito bem treinados ;) , terei tempo de curtir a minha família,amigos, amadurecer-me e fortalecer-me espiritualmente.
    Claro que por um lado,o meu desejo era ter ido com ele e ter evitado mais uma penosa despedida,e queria tanto estar na Suécia agora para poder ajudar com a mudança para o apartamento,e dar palpites na decoração, e tantas outras coisas!
    Já estou com saudades do meu suequinho,e chorei quando entrei no banheiro e vi que ele tinha esquecido o shampoo lá.Sinto falta de ter alguém para conversar até cair no sono,que acordava super cedo pra fazer café da manhã pra mim,que me acompanhava até o ponto de ônibus e as vezes até ao meu trabalho,só pra me fazer companhia.Tivemos alguns momentos de puro stress, e claro isso sempre acontece durante minha TPM, e tem gente que diz que isso é bobagem de mulher, fala sério!Mas o bom é que nada entre nós fica sem solução,nada que muita calma,diálogo e chocolate não resolva.
   Falando um pouquinho dos preparativos do casório:Gente, como casar sai caro, principalmente quando além da festa temos que nos preocupar com as passagens aéreas e morar em um país com o custo de vida alto!Conversando com meu noivo,estamos quase decididos que talvez não precisamos de uma festa e que uma viagem seria bem legal ou então fazer a festa só para os mais íntimos,mas a cerimônia será no mesmo local da recepção e fica aquele clima chato né?Nessas horas eu até que queria conhecer poucas pessoas, mas queridos, tenho pessoas especiais espalhadas em tantas partes deste Brasil, que é impossível convidar menos de 200 pessoas e nem sei quantas da parte do Johan!
    Sábado vou escolher meu vestido (!!!)essa tem sido a parte mais divertida de todas  e estou pensando em algum tipo de convite bem legal e original, vamos ver se sai alguma coisa dessa cabeçinha avoada.
   
Abraços!!!

PS: Já estou olhando por emprego na Suécia,sugestões  de sites ou indicações de trabalho serão sempre bem-vindas!